Blog

Distensão abdominal, muitos gases, inchaço? Talvez a culpa não seja do Glúten.

Nos últimos tempos tem-se colocado o glúten como culpado de uma série de sintomas gastrointestinais, como digestão difícil, distenção abdominal, muitos gases e até diarreia. Inclusive o crescimento desse tipo de queixa (e também da perseguição ao glúten) fez surgir um novo termo médico, o NCSG (não celíaco sensível ao glúten) ou seja, um paciente que não tem doença celíaca (uma doença imune desencadeada pelo contato com a proteína do glúten) mas que tem algum grau de sensibilidade ao glúten que promove manifestações clínica.


O problema é que diversos estudos que buscaram obter a associação entre esses pacientes NCSG não conseguiram obter o efeito causa e consequência entre a dieta com glúten e os sintomas.


Se você apresenta algum desses sintomas gastrointestinais, antes de culpar exclusivamente o glúten ou achar que você é um desses NCSG, talvez possamos achar outros culpados.


Já ouviu falar em FODMAP? FODMAP é uma sigla em inglês que significa “Fermentable Oligosaccharides, Dissaccharides, Monosaccharides and Polyols” ou seja, uma característica dos carboidratos que acabam promovendo fermentação. Esses carboidratos não digeríveis que são fermentáveis faz com que eles promovam distenção abdominal e os sintomas gastrointestinais que comentamos.


Alguns alimentos que tem essa característica de fermentação são o leite, pêra, brócolis, pães, biscoitos integrais, alimentos com centeio e alguns adoçantes. Se você possui esses sintomas, talvez um ponto de partida seja cortar esses alimentos da dieta durante algumas semanas e ver se os sintomas param de ocorrer. Busque sempre orientação médica para investigação mais detalhada de todos esses sintomas gastrointestinais.