Blog

Uma taça de vinho por dia já é prejudicial para a saúde?

Um estudo recém publicando no periódico The Lancet (uma das revistas médicas mais importantes do mundo) apresentou que não há dose segura no consumo de álcool - independente de vinho ou cerveja.


Esse trabalho avaliou o consumo de álcool e seus efeitos em mais de 195 países entre 1990 e 2016.


Segundo o estudo, se você beber um copo por dia (vinho ou cerveja) por dia durante um ano, seu risco de sofrer algum dos mais de 20 problemas relacionados ao consumo de álcool (entre eles câncer, doenças cardiovasculares, AVC, cirrose entre outros) aumenta em 0,5%.


Segundo o estudo, apenas o álcool zero minimiza o risco geral de doenças.


Apesar da repercussão na mídia, esse número deve ser analisado com um pouco mais de cuidado - é um estudo observacional e alguns ensaios clínicos (só para diferenciar, um estudo observacional não nos permite aferir causa e consequência por exemplo, já um ensaio clínico sim) com vinho tinto por exemplo demonstrou efeitos benéficos para saúde cardiovascular.


Analisando o estudo com mais detalhes vemos que o risco observado realmente aumenta significativamente (na ordem de 20% e não de 0,5%) quando o número de drinks por dia passa de 5 por dia em média.


Em resumo, não há nada efetivamente de novo no estudo - simplesmente deve-se ter moderação acima de tudo.